P>

terça-feira, novembro 10, 2009

Eu quis matar todos seus amigos


Eu odeio baratas. Sim, vamos começar o post com uma declaração de guerra a todos esses seres nojentos e ratejantes transmissores de doenças. Exatamente porque as odeio, mantenho o meu quarto limpissimo, já que a limpeza as afasta. Também passo veneno às vezes e coloco naftalina no armário de mangás e na parte do guarda-roupas onde guardo revistas (coisa que além de afastar baratas, mantém as traças longe). Mas apesar de tudo isso, uma madrugada (mais precisamente, quinta-feira, às 5 da manhã) acordei com o barulho de baratas. E vinha do guarda-roupas. Levantei e fui para o quarto do meu irmão (que fica vazio durante a semana) e fiquei ali, até às 7 horas da manhã brincando com Gata Pequena. Então fiz todas as minhas atividades matinais diarias e quando não era mais possivel postegar o momento, Mamãe e eu fomos ao meu quarto. Como guarda-roupas é muito bem fechado na parte de cima, nos concentramos em desocupar as gavetas (unico local onde um ser maligno poderia ter entrado). Desocupamos e tiramos as seis gavetas e nada. Cogitamos arrastar o movel, mas era impossivel: além de ser feito de madeira maciça, as duas parte de cima ainda estavam cheias. A boa noticia é que não havia sujeira de barata, logo ela não estava lá a mais de uma noite. Decidimos borrifar veneno atras dele pra ver se a barata saia. Sairam. Quatro. Mamãe matou todas enquanto eu me protegia segurando o vidro de inseticida como se fosse a tabua da salvação e borrifando em tudo que tivesse o aspecto de uma barata e aparece perto de mim (não tenho ideia de de quantas manchas no chão e papeizinhos matei assim)... Depois disso, tirei todas as roupas do quarto e passei tanto veneno nele que ficou com uma neblina toxica. Tranquei portas e janelas pra ter certeza que se tivesse sobrado alguma barata ali morreria.
Tudo parecia bem, mas eis que na parte da tarde, Mamãe encontrou uma barata embaixo da pia. Pensou, vou borrifar veneno e tudo estará resolvido. Eis que depois do borrifo, começaram a surgir outras. Nessas horas, eu já estava de novo me abraçando ao vidro de veneno como se fosse a tabua de salvação, quando Mamãe descobre de onde as baratas. Tem um buraco pro inferno debaixo da pia. Tá, não tem cheiro de enxofre, nem chamas, então é provavel que não seja um buraco até o inferno de verdade, mas considerando sua localização perigosamente proxima do cano de descarte da água, acreditamos que possa ir até o esgoto. Mamãe disse que vai comprar cimento e prepara-lo com DDT no lugar de água pra tampar o buraco (o que segundo meu avô, pai dela, é tiro e queda pra por fim em baratas). Confio em sua sabedoria vovô!
Depois disso, fui caminhar em pânico, confundindo tudo no universo com baratas. Voltei pra casa e não queria mais entrar na cozinha e no meu quarto. Passei a noite no quarto do meu irmão (claro, que não consegui dormir). Sabado pela manhã, fui até o centro na minha peregrinação para pegar o ultimo carrinho da coleção do jornal. como ainda estava meio em choque, decidi fazer algo que sempre me deixa muito feliz: olhar a decoração de Natal das lojas do centro. Acabei comprando umas bandejas natalinas e uma mini-árvore de Natal de vidro com guisos coloridos pra colocar no meu quarto e afastar os maus fluidos deixados pelas baratas. Depois de procrastinar muito o momento, na parte da tarde, com ajuda de Mamãe, finalmente arrumei e limpei o quarto. Acabei decorando ele para o Natal também, apesar de estar meio cedo...
E enquanto isso na sala do médico, descobrimos que Papai é diabético. Digo descobrimos porque todo mundo já percebeu, menos ele que continua comendo tudo que vê pela frente (sério, a quantia de arroz que ele come numa refeição daria pra alimentar uns 5 etiopes famintos), bebendo refrigerante como se fosse ar (é, porque nem água se bebe numa quantidade tão grande. Aqui um adendo, ele tem bebido zero e diet porque Mamãe parou de comprar do normal), comendo bolo com calda de açucar de confeiteiro (alias, ele nunca gostou de bolo de chocolate/cenoura/acerola/capuccino/laranja antes da noticia de que é diabetico) e acha que caminhar é idiotice (é a unica pessoa da casa que não faz caminhada)... Concluindo, se alguém tem algo a dizer a ele seja rápido.
Ademais, surgiu o boato de que entrou ladrão em minha casa. Como eu não fiquei sabendo de nada e passo tipo umas 22 horas por dia dentro de casa, posso dizer que das duas uma: ou é mentira, ou ele entrou, viu o estado calamitoso da casa que implora por uma reforma e foi embora sem levar nada. Acredito mais na primeira alternativa...



Nem sei como cheguei aqui:

Mokona-sama: Sim, Mamãe é.

Suzan-chan: Na vera, eu gosto de imagens emo...

Marcadores: , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 2:58 PM


|

[ As Bizarras ]



Photobucket























PhotobucketPhotobucket

[ Estamos... ]

The current mood of mundobizarro at www.imood.com

[ Já passou... ]

Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Agosto 2012
Setembro 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Maio 2013
Junho 2013
Julho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Janeiro 2014
Fevereiro 2014
Março 2014
Abril 2014
Maio 2014
Junho 2014
Julho 2014
Agosto 2014
Setembro 2014
Outubro 2014
Novembro 2014
Janeiro 2015
Fevereiro 2015
Abril 2015
Junho 2015
Setembro 2015
Outubro 2015
Dezembro 2015
Janeiro 2016
Agosto 2016

[ Em uma linha ]

Photobucket Photobucket

[ Musica ]

Photobucket
Blip Josei

Photobucket
Blip Kami Sal

[ Blogs favoritos ]

Muito Macho
Baiacus Cantores de Piraporinha
Encontre o peixe
Sentimentos Verdadeiros
Um Mundo Sem Noção
ISAC
Leis de Murphy
Ninguém lê esta porcaria
BHQ+
Orijinaru
Sorvete Napolitano
**Luty Kitty** Nyu!!
Tipo assim...
Miss Mymi
Frivolidades e Inutilidades
Coma Com Os Olhos
Gatos na Cozinha
Ponto de Fuga
Não bata no gatinho
Satisfeita Yolanda
Sócia da Light
Menina não pode
Receita Perfeita
Pitadinha
Gavilan

[ Flogs favoritos ]

Mundo Bizarro - o flog.
Picolé Napolitano
Flog da Luty
Toscosplay
Deviant Art
Mafia
Baby Mel
Pet Club

[ Sites ]

Mundo Bizarro no Orkut
SOS Anime
Sonando com KareKano
Shampoo.art.br
Henshin
Tomobiki-cho, The Urusei Yatsura Web Site
Friends the Stuff you've never seen
Central de Mangás
Um sábado qualquer
Lady's Comics
Manga Dream
Tsumi
Redisu
Anime Kawaii
Hinata Sou
Anime House
Anime Extremist
Shoujo House
Kawaii Screen
Neopets
AMV.org
Gendou
O Jovem Nerd
Nigthtsy
Anime Lyrics
LiveJournal Furuba
FanFiction.Net
FF-SOL
Click Jogos
Anime Blade
Anime Pró

Snoopy
Madame Malkins

Eu sou blogólatra!








[ Marcadores ]

"real e o sobrenatural"
acidente tosco
animais
anime
aniversário
apartamento
artesanato
banco
barata
biscuit
bizarrice
bizarrice IVCH
blogueira desaparecida
bonita história triste
campus reserva ecologica
Caramelo
Carnaval
carro
celular
Charlie Brown
churrasco
chuva
chácara
cinema
coisas que não entendo
comemoração
computador
culinária
desabafo
dialogo em família
dialogo
diálogo em família
divagações
doente
emo
especial de aniversário
estágio
faculdade
família
feriado
festa
flog
formatura
frase da semana
férias
gata
Gata-Vaquinha
gatos
gente chata
greve
hidroginástica
horário de verão
inseto
insonia
IVCH
jornalismo Mundo Bizarro
kit
Lady Murphy
lagartixa
leseira
livros
lost
Mamãe-Gata
mangás
máquinas
mimimi
música
nada
Natal
nerdice
neura
ônibus
Otaku Fest
outono
paranóia
pesadelo
pessoas estranhas
ponto de ônibus
presente
Quem procura acha aqui - ou não
reflexões inúteis
sonho
shopping
Sorveteria
SOS Anime
susto
televisão
template
teste
trabalho
trauma de infância
tristeza
vaidade
vergonha alheia
viagem

[ Campanhas ]

Adotar é tudo de bom

[ Midi ]

Você está ouvindo

I'll be there for you

[ ... ]



eXTReMe Tracker

Template by Kami Sal
Todos os direitos
reservados

Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Photobucket
Blinkie Maker
Make your own Blinkie

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket