P>

sábado, julho 26, 2008

Estão ardendo, seus Mystic Eyes


É possivel notar quando estou deprimida porqu vou parando de fazer as coisas, uma especie de teitai auto-infligido... Vou parando de desenhar, de fazer biscuit, de escrever, de fazer gifs, de ler, de cozinhar, de comer, de assistir televisão... Até o pobre Mb sofre com isso, afinal eu não anoto quais foram as midis desde maio e não tenho idéia de quais foram... Se alguém lembrar, por favor me conte. Preciso dos nomes pra fazer a retrospectiva no final do ano...
Todavia, fora as midis, o caso não é tão grave. Essa semana eu viajei, fiz biscuit, efetuei uma quase faxina no pc, cozinhei muffins, assisti os Jovens Titans, gravei e assisti Rec. Mas vamos lá, uma coisa de cada vez.
Segunda fui para Sorveteria com Stafora e Mamãe. A viagem se resumiu a montar uma mesa, ajudar Stafora a colocar adesivo na porta de sua sala e conhecer um mercado não muito bueno. Mas na volta, eu passei pela banca da rodoviária e encontrei dois livros do Charlie Brown!!!
Terça, quarta e quinta: biscuit. Uma tampa de pote em formato de pizza. Não sei porque sempre acho que as tampas não ficaram tão legais quanto eu queria, mas Mamãe disse que está ótima. Também fiz um filhote de dragão vermelho com partes que brilham no escuro. Fazia um tempo que eu não confeccionava nenhuma peça que brilha no escuro.
Na sexta fiz muffins com chocolate e assisti Rec. Na vera, eu ia assistir só um pedaço, mas acabei assistindo inteiro. Ah, o anime é tão bonitinho...
Afora tudo isso, nossa geladeira está, nas palavras de Mamãe, maleitosa. Tipo, é um grande armário branco com um freezer superpotente em cima. Caramelo está triste porque Stafora não veio para casa ontem (ele virá hoje a noite). Café com Leite está perdendo habilidades felinas na mesma proporção em que ganha comportamentos caninos (sério, ontem ela quase caiu do sofá). E eu queimei minha mão esquerda duas vezes essa semana, parece até um pagamento (piadinha otaku pra quem conhece Darker Than Black).
Inté.

Photobucket


Tropeçando cegamente dia a dia:

Mokona-sama: Sobre as gatas, deve ser mal de família uma vez qua as duas são hermanas. Acho que sonhei com a meia porque dormi de meias... Nossa, você tem certeza que quer muito ver os new kids on the block? Eu vi...

Sr. Spock: Ah, Sandman é legal, embora eu tenha lido muito pouquinho... Papai comprou um reator que não vinha com manual. Mamãe tem pressão baixa

Stafora-ni: A parte do new kids on the block eu entendo, mas como assim uma pessoa está velha demais pra morrer???

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 4:06 PM


|

quinta-feira, julho 24, 2008

Olhando fixamente para um tubo emitindo raios catódicos


Photobucket De terça até hoje nada aconteceu que mereça ganhar seus 15 minutos de fama aqui no MB. O que estou fazendo aqui? Além de não deixar o blog abandonado até o fim de semana, vim fazer um incrível post sobre NADA!!! Ou sobre o mundo do entretenimento.
Photobucket Já notaram que se fosse real, Dr. House não curaria doenças misteriosas, e sim mataria seus pacientes por infecção hospitalar? Ele chega da rua comendo um pacote de salgadinhos, entra na sala de cirurgia, onde o doente está com a barriga aberta, sem a roupa adequada e sem nem lavar as mãos, limpa as mãos cheias de farelos na roupa, dá uma coçadinha na cabeça, depois cutuca o fígado do paciente e diz "é, parece bom". Bom, esta cena foi meio inventada, mas ele já fez coisas parecidas na série.
Photobucket Então, a Dercy Gonçalves morreu. E eu achei que ela era imortal, mas enfim, não é exatamente sobre isto que eu quero falar. Aí, ela morreu e, claro, apareceu na Sônia Abrão. Eu fujo deste programa, mas como estava muito curiosa para saber como a Dercy foi enterrada em pé, acabei assistindo. Coisa deprimente deve ser passar 4 anos na universidade para narrar velório e perguntar para os parentes e amigos do falecido: "e aí, muita tristeza nesta hora?"
Photobucket New Kids on The Block voltaram, em sua formação original, ou seja, não mais New e muito menos Kids. A média de idade desta "boys band" é 40 anos!!! Tá certo que eles PODEM fazer clipe sem camisa, que eles estão "bãos" e tal, mas que é estranho caras da idade deles fazendo dancinha...
Photobucket Domingo estreiou a segunda temporada de School Rumble na exibição. A música de abertura se chama Sentimental Generation. Com versos como "Nossa geração construirá o futuro!/Por causa de nossos corações frágeis/Cheio de sentimentos, roda e roda", esta música poderia ser o novo hino emo. Sua versão em português seria gravada pelo Fresno e, em inglês, pelo My Chemical Romance. (que nenhum produtor musical leia isto)
Photobucket Por falar em exibição, Death Note acabou na exibição passada, assim como a primeira temporada de School Rumble e Azumanga Daioh. Durante os episódios, estávamos comentando como Hollywood gosta de fazer versões de filmes japoneses e que Death Note corre este risco, também. Agora imaginem se isto acontece. Zac Efron seria escalado para fazer o papel de Raito. Começa o filme e Raito/Zac está sentando na sala de aula, em dúvida entre continuar com o basquete ou fazer o musical da escola. Vê o Death Note e vai pegá-lo. Chega em casa, lê as regras e canta sobre sua dúvida se vai usar o caderno ou não. Na última estrofe, ele canta que usará o caderno para construir um novo mundo onde ele será o deus. Liga a TV, vê criminosos, canta sobre a maldade do mundo e testa o caderno. Começa a fazer julgamentos enquanto canta e faz coreografias com o caderno. L (aceito sugestões de quem o interpretaria) começa a investigar sobre a identidade do Kira. Raito/Zac é descoberto porque, durante seus julgamentos, canta uma canção que descreve como realiza os assassinatos e diz, com todas as letras "eu sou Kira e serei o deus do novo mundo." Fim do filme e da reputação do mangá.


Photobucket

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 2:57 PM


|

terça-feira, julho 22, 2008

Se hoje canto esta canção, o que cantarei depois?


Photobucket Eu brinquei no banco-balanço, de novo!!! Teve uma palestra na universidade das freiras e eu fui direto para o banco-balanço assim que cheguei. Tive que conter o ímpeto de sair correndo pelo campus até lá. Fiquei 20 minutos no brinquedo disfarçado de móvel de jardim, depois tive mesmo que ir para a palestra.
Photobucket No sábado, fui para a balada (oooohhhh!!!). Ok, fui para a balada com parte da família, mas tá valendo. Era uma festa anos 80!!! Sempre quis ir a uma festa anos 80, mas aqui em Bizarrelândia nunca tem. Ah, este é um aspecto importante: a festa não foi em Bizarrelândia, foi em Eniolândia (uma vez, Kami Sal, Stafora e eu fomos a um casamento nessa cidade). Estava beeeem legal!!! A entrada era um túnel do tempo, com capas de discos dos anos 80 e, no final do túnel, tinha uma exposição de brinquedos da época. Até a meia-noite, ficaram exibindo clipes toscos de músicas ótimas dos anos 80 e, depois, uma banda tocou rock nacional daqueles tempos. Cantei (aos berros) e dancei muito. Agora, acho que minha cota de balada está esgotada para os próximos 2 anos. Ou 3. Ou 10.
Photobucket Dia destes eu descobri que a homeopatia pode matar. Não por overdose (bom, não sei o que seria uma overdose de um medicamento super diluído...), mas por acidente tosco!!! E a quase vítima, miguxos, foi esta blogueira Charlie Brown. Quem já leu meu plurk sabe que comecei a fazer tratamento homeopático e preciso chupar 8 glóbulos em jejum. Pois bem, minha mãe achou que seria uma boa me acordar às 8 horas para tomar o remédio. Como vespertina convicta, eu peguei o copinho com os glóbulos, ainda deitada, e coloquei na boca. Quatro deles rolaram direto para minha garganta e eu engasguei. Desde então, minha mãe se convenceu que é melhor esperar eu acordar para eu tomar o remédio.
Photobucket Depois desta trágica história de como a humanidade quase perdeu esta blogueira de enorme talento e de modéstia maior ainda, melhor contar mais uma fofolice da Rivo para desopilar.
Photobucket Mamãe recolheu um par de meias meu, fez uma bolinha e colocou em cima da estante enquanto fazia sei lá o quê. Rivo subiu na estante, pegou a bolinha de meia e levou para mim, no meu quarto.

Photobucket

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 2:23 PM


|

sábado, julho 19, 2008

Quando tá escuro, ninguém repara minhas meias


Era um domingo de inverno, o sol há muito já havia se posto no horizonte. O irmão mais velho preparava-se para iniciar sua jornada de volta à cidade onde trabalha quando, de repente, não mais que de repente a luz da sala não mais se acende. Em outras salas, de outros lares, bastaria abrir um armário e trocar uma lampada. Mas esse não era o caso pois naquela sala usavam-se luminárias de lampadas fluorescentes. Não poderiam estar queimadas, visto que, normalmente, quando tais lampadas queimam costumam apresentar uma colocaração escura e as que repousavam naquela luminaria ainda estavam brancas como no primeiro dia. Talvez fosse o reator ou algum mal contato. De fato, algo que não poderia ser resolvido naquele momento. Sem mais o que pudesse ser feito, o jovem partiu. No dia seguinte, o pai dá a sentença:
Papai: "Vamos esperar o Stafora voltar pra ele consertar a lampada."
As palavras "eu tinha certeza" ecoaram na mente da irmã mais nova, enquanto a mãe mostrava uma expresão que só poderia ser traduzida com a sentença "eu já sabia, mas até o ultimo momento não quis acreditar que você seria tão tosco...". Alheio a tudo, o homem que recita trechos de "Os Miseraveis" enquanto faz compras no supermercado continuou seu almoço. Minutos mais tarde, o irmão mais velho liga com a noticia de que teria de ficar na cidade onde trabalha durante o sábado também e que chegaria depois das 20 horas, ou seja, depois de o sol ter se posto no horizonte. E a melodia recoava pela casa: fuén-fuén-fuén-fuén-fuén...
No final das contas, Stafora pode voltar na sexta feira e agora a lampada já está consertada. Era o reator.
Alheia a sinfonia de fuéns, Café com Leite começou a agir como uma gatorra: vai encontrar as pessoas no portão, mia quando alguém passa na rua... Maravilha. Caramelo por sua vez, pegou a incomoda mania de parar tudo que está fazendo e ficar olhando pra mim... Maravilha 2.
Ademais, ontem realizei um dos mues sonhos: comprei um pijama de mangas compridas. Pode parecer idiota, mas sempre algo me impedia de realizar a compra...
Eu havia esquecido de comentar que ganhei cortadores de babados. Sim, agora posso fazer biscuit com babados. (Assim como a história do pijama, essa não me parece a coisa mais emocionante do mundo pra escrever no blog...) Também ganhei o mangá Ring: o Chamado 1 e 2.
E outra coisa idiota: eu finalmente descobri quem era o tal Guilherme Berenger (do post de 08 de julho, by Josei). É serio, se a salvação da humanidade dependesse de minha pessoa relacionar corretamente o rosto e nome de 10 atores, bom... Adiós humanidade.
E da série sonhos bizarros: Numa fria noite, Kami Sal coloca suas meiazinhas para dormir e tem um sonho que mistura realidade e ficção. No sonho, ela se vê acordando com suas meias, mas uma delas furou durante a noite e seu dedão está completamente para fora. Então, ela retira as meias, coloca outro par preto com ursinhos desenhados e só. Pelas bolinhas na descida!!! A pessoa se entrega aos braços de Morpheu, adentra os dominios de Sandman pra sonhar que sua meia furou??? Onde estão meus sonhos coloridos???

Photobucket


Só no escuro:

Stafora-kun: Hum... Tia Josei já respondeu... Você precisa comentar mais...

Mokona-sama: Vou avixar que Mamãe contou muito mais detalhes sórdidos sobre o Fugitivo do que sobre Stafora e eu... Ela até contou das duas tentativas de assassinato.

Sr. Spock: Sim... Muitas coisas sempre podem dar errado...

Luty-san: É vero... É assustador atravessar a rua. E em Sorveteria é pior.

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 3:42 PM


|

quarta-feira, julho 16, 2008

Quero ver você fazer manha, então


Photobucket Quero começar hoje comentando sobre os festejos mundo bizarrísticos pelo meu aniversário.
Kami Sal: obrigada!!! É, viver não é uma tarefa fácil, ainda mais para alguém que tem como madrinha a Lady Murphy...
Mokona: uhu!!! obrigada!!!
Spock: muito obrigada por ter ido ao meu aniversário, doente ainda... Espero que esteja bem agora.
Stafora: obrigada!!! Mas sobre os conselhos para as gerações mais jovens, creio que você seja a pessoa mais indicada, por ter mais tempo de experiência. Sobre a festa, eu vou te perdoar desta vez, mas só desta vez!!!
Photobucket A internet e o Frank cortaram relação por uns dias. Eu chamei o técnico da internet, mas antes que ele viesse, descobri que tudo o que o Frank queria era colinho. Levei o gabinete para o quarto do meu irmão, trouxe de volta para o meu quarto e ele voltou a funcionar. Mereço computador manhoso...
Photobucket Sexta-feira, fui à casa da Kami Sal e do Stafora, assistir ao outro DVD que nós tínhamos alugado. Depois do filme, a mamãe deles contou detalhes sórdidos sobre eles, mas vocês só vão saber quando eu lançar a biografia não autorizada dos 2... Hehehe!!!
Photobucket Eu tive que ir ao shopping resolver umas coisinhas hoje e ai... Eu já passei 10 anos da idade de achar legal ir ao shopping no período de férias escolares. Estava muito lotado, aquele furdunço de criança, um horror. Ainda não estava muito de bom humor, porque tive pesadelos horríveis e acordei cedo, chorando.
Photobucket Para encerrar, momentos ternurinha by Rivo, para quem não se lembra, minha gatinha:
Photobucket No domingo, eu ouvi um barulho no meu quarto e fui ver o que tinha acontecido. Quando cheguei, vi que a Rivo tinha derrubado a vaquinha de pelúcia que fica em cima do criado-mudo e levado a cacatua de cima do computador para o lado da vaquinha. Depois, ficou sentadinha com seus novos amiguinhos, até sua dona cruel (eu) tirar os amiguinhos de perto dela.
Photobucket Numa manhã destas, ela queria entrar no meu quarto e ficar fazendo bagunça. Eu me irritei e a coloquei para fora, mas ela começou a miar tristinha, eu fiquei com dó e deixei ela entrar. Ela voltou a bagunçar, eu a coloquei de novo para fora e dormi. Quando minha mãe chegou, a Rivo estava na porta do meu quarto, com uma bolinha de papel na boca, tentando entrar.
Photobucket Minha mãe diz que a Rivo fica desesperada quando eu saio de casa. Fica miando e me procurando. Num dia de exibição, eu estava me arrumando para sair e a Rivo estava inquieta. Do nada, ela pulou do chão e se agarrou ao cós da minha calça!!! Nossa, eu levei um susto...

Photobucket

Marcadores: , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 10:30 PM


|

domingo, julho 13, 2008

E na vida amigo ombro a ombro vai


Um matemático frances analisou as profecias de Nostradamus e concluiu que o mundo encontraria seu derradeiro final em 13 de julho de 1999. O mundo não acabou (ou talvez tenha acabado e todos nós sejamos apenas um delirio da Haruhi, mas isso já é assunto pra outro post...), entretanto, um evento de suma importancia aconteceu nesse dia e se repete todo dia 13 de julho. Sim, bizarrinhos e bizarrinhas: é aniversário de tia Josei!!!
Rejubilem-se (não é sempre que a gente pode usar o verbo rejubilar)!!! Comemorem!!! Porque não é sempre que uma pessoa que já foi atacada por velhinhas e pelo grupo de confraternização da igreja consegue completar mais um inverno.

Marcadores: ,

Postado por Josei e Kami Sal às 12:31 PM


|

quinta-feira, julho 10, 2008

É bom aprender: a vida é cruel


Photobucket Eu costumo juntar uns dias de assunto para postar no MB, mas o dia de ontem merece um post inteirinho só para ele, porque não foi um dia, foi um... post vivido(???).
Photobucket Ontem foi o dia da confraternização das pessoas que trabalharam na quermesse e familiares. Eu faço parte do grupo "familiares". Antes da confraternização, teve uma missa. Eu tive um acesso de espirros durante toda a missa!!! Na hora de ficar de mãos dadas e rezar, meu nariz começou a coçar, eu precisava assoá-lo, sentia que ia espirrar e estava lá, com as duas mãos ocupadas. Olhei para cima para controlar isto tudo e meus olhos lacrimejavam.
Photobucket Depois, foi o almoço propriamente dito, que transcorreu sem maiores problemas, até a hora da sobremesa. Eu fui prensada no meio do povo desesperado por doces. Consegui sair com vida e sem escoriações.
Photobucket Ainda no salão da igreja, fui agredida por uma quadrilha. Mas, calma, eu não vou ser pauta do programa da Sônia Abrão. Eu não fui agredida por uma quadrilha de delinquentes, eu fui agredida em uma quadrilha junina (embora já seja julho). Eu achei que ia ser uma apresentação e me aproximei, com a minha mãe, de onde seria. Quando vi, já estava toda empolgada participando da quadrilha. Estava muito feliz e saltitante até o momento do túnel. O túnel sempre foi minha parte favorita da quadrilha, mas ontem eu fiquei com medo, muito medo... Enquanto passava por ele, levei uma cotovelada no supercílio que me fez ver estrelas. Dói até agora...
Photobucket Isto tudo aconteceu até as 14 horas. Mais tarde, eu estava em casa e já estava combinado que seria a "Ida anual do kit ao cinema". Stafora ligou pedindo para eu confirmar sobre o ingresso e eu liguei meu computador para achar o telefone do Boulevard. O Frank não entrou na internet. Liguei o computador do meu pai, que travou. Telefonei para o 102 e a atendente não fazia idéia do que eu estava falando. Fui salva pela minha tia, que viu o número do telefone no jornal.
Photobucket Quando eu estava prestes a ir tomar banho para sair, meu tio liga pedindo para eu falar com meu irmão sobre um problema no computador. Na pressa, liguei para o celular em vez de ligar para a casa do meu irmão. Meu pai reclamou por uns 40 minutos, non-stop.
Photobucket Meu tio veio à minha casa e, quando ele foi embora, fui acabar de me arrumar. Kami Sal liga avisando que eles já estavam a caminho. Ainda não estava pronta quando eles chegaram.
Photobucket Entrei no Pol, contei tudo isto para a Kami Sal e o Stafora e podia jurar que nada mais daria errado. Ahã... Chegamos ao Boulevard e seu pequeno estacionamento estava lotado. Tivemos que andar muito até surgir uma vaga. Descemos do carro, encaramos fila para descer as escadas (!!!) e, quando finalmente chegamos na bilheteria, não tinha mais ingressos. Parece que todos os bizarrelandenses decidiram ir ao cinema ontem.
Photobucket Ok, se não podemos ir ao cinema, o cinema que vá até nós. Stafora sugeriu alugarmos um DVD. Passamos nas 3 locadoras do bairro deles e estavam fechadas. Juro que nunca tinha achado que ter na minha bolsa um cartão com endereço das locadoras da rede onde tenho cadastro pudesse ser útil alguma vez na minha vida, mas foi. Nos dirigimos para uma delas, mas estava fechada. Fomos para outra, que estava aberta (eh!!!). Alugamos o filme do Monk e fomos para a casa de Kami Sal e Stafora assistir. Querem saber de uma coisa? A ida ao cinema não rolou, mas o passeio foi muito divertido!!!

Photobucket

Marcadores: , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 8:22 PM


|

[ As Bizarras ]



Photobucket























PhotobucketPhotobucket

[ Estamos... ]

The current mood of mundobizarro at www.imood.com

[ Já passou... ]

Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Agosto 2012
Setembro 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Maio 2013
Junho 2013
Julho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Janeiro 2014
Fevereiro 2014
Março 2014
Abril 2014
Maio 2014
Junho 2014
Julho 2014
Agosto 2014
Setembro 2014
Outubro 2014
Novembro 2014
Janeiro 2015
Fevereiro 2015
Abril 2015
Junho 2015
Setembro 2015
Outubro 2015
Dezembro 2015
Janeiro 2016
Agosto 2016

[ Em uma linha ]

Photobucket Photobucket

[ Musica ]

Photobucket
Blip Josei

Photobucket
Blip Kami Sal

[ Blogs favoritos ]

Muito Macho
Baiacus Cantores de Piraporinha
Encontre o peixe
Sentimentos Verdadeiros
Um Mundo Sem Noção
ISAC
Leis de Murphy
Ninguém lê esta porcaria
BHQ+
Orijinaru
Sorvete Napolitano
**Luty Kitty** Nyu!!
Tipo assim...
Miss Mymi
Frivolidades e Inutilidades
Coma Com Os Olhos
Gatos na Cozinha
Ponto de Fuga
Não bata no gatinho
Satisfeita Yolanda
Sócia da Light
Menina não pode
Receita Perfeita
Pitadinha
Gavilan

[ Flogs favoritos ]

Mundo Bizarro - o flog.
Picolé Napolitano
Flog da Luty
Toscosplay
Deviant Art
Mafia
Baby Mel
Pet Club

[ Sites ]

Mundo Bizarro no Orkut
SOS Anime
Sonando com KareKano
Shampoo.art.br
Henshin
Tomobiki-cho, The Urusei Yatsura Web Site
Friends the Stuff you've never seen
Central de Mangás
Um sábado qualquer
Lady's Comics
Manga Dream
Tsumi
Redisu
Anime Kawaii
Hinata Sou
Anime House
Anime Extremist
Shoujo House
Kawaii Screen
Neopets
AMV.org
Gendou
O Jovem Nerd
Nigthtsy
Anime Lyrics
LiveJournal Furuba
FanFiction.Net
FF-SOL
Click Jogos
Anime Blade
Anime Pró

Snoopy
Madame Malkins

Eu sou blogólatra!








[ Marcadores ]

"real e o sobrenatural"
acidente tosco
animais
anime
aniversário
apartamento
artesanato
banco
barata
biscuit
bizarrice
bizarrice IVCH
blogueira desaparecida
bonita história triste
campus reserva ecologica
Caramelo
Carnaval
carro
celular
Charlie Brown
churrasco
chuva
chácara
cinema
coisas que não entendo
comemoração
computador
culinária
desabafo
dialogo em família
dialogo
diálogo em família
divagações
doente
emo
especial de aniversário
estágio
faculdade
família
feriado
festa
flog
formatura
frase da semana
férias
gata
Gata-Vaquinha
gatos
gente chata
greve
hidroginástica
horário de verão
inseto
insonia
IVCH
jornalismo Mundo Bizarro
kit
Lady Murphy
lagartixa
leseira
livros
lost
Mamãe-Gata
mangás
máquinas
mimimi
música
nada
Natal
nerdice
neura
ônibus
Otaku Fest
outono
paranóia
pesadelo
pessoas estranhas
ponto de ônibus
presente
Quem procura acha aqui - ou não
reflexões inúteis
sonho
shopping
Sorveteria
SOS Anime
susto
televisão
template
teste
trabalho
trauma de infância
tristeza
vaidade
vergonha alheia
viagem

[ Campanhas ]

Adotar é tudo de bom

[ Midi ]

Você está ouvindo

I'll be there for you

[ ... ]



eXTReMe Tracker

Template by Kami Sal
Todos os direitos
reservados

Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Photobucket
Blinkie Maker
Make your own Blinkie

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket