P>

segunda-feira, novembro 30, 2009

Frase da Semana: "Teflon é como decência: você não precisa perder toda ela, só um pouquinho, no lugar certo.", dita por Stafora.

Image and video hosting by TinyPic


É verdade:

Mokona-sama: É bonito como você tenta ver as coisas pelo lado bom...

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 9:28 AM


|

sábado, novembro 28, 2009

Tenta achar que não é assim tão mal, exercita a paciência


Olha a tristeza que é essa vida: eu tenho pavor de baratas. E praticamente todos os posts que aparecem no marcador barata são meus... Das duas uma: ou Josei não dá tanta importancia ao fato, ou é a lei da sacaneação agindo contra mim de novo, de novo e de novo...
Mas vamos sair do assunto "a tristeza que é a minha vida" e entrar no tema "a bizarriece auto-infligida que é a minha vida". Quando era pitica, Mamãe abriu uma poupança pra mim que, por sinal, teve pouquissimos depositos já que nunca tive um emprego formal. Eis que, um dia, o governo do estado decidiu criar algo chamado Nota Fiscal Paulista e eu me inscrevi. Consegui ajuntar uns trocadinhos lá e decidi usar o dinheiro para comprar os presentes de Natal. Depositei na poupança certinho e fui ao banco fazer a retirada. Tentei uma senha e deu incorreta. Tentei outra, incorreta também. Putz, não usava o cartão a tanto tempo que tinha esquecido a senha. A mocinha do caixa falou que tudo bem, era só fazer outra. Tudo bem. Fiz a nova senha e não consegui retirar o dinheiro porque não tinha minha assinatura no arquivo do banco. Como a conta tinha sido aberta quando era menor de idade e eu nunca tinha feito nenhuma movimentação na conta antes, minha assinatura não constava. Lá fui eu renovar minha assinatura para depois voltar ao caixa e finalmente sacar o dinheiro...
Quinta-feira dessas, não vou especificar a data, mas foi entre ontem e o big-bang que deu inicio ao universo como o conhecemos, Papai chegou falando da programação da TV e lá vamos a um dialogo em família:
Papai: "É hoje que vai passar aquele filme bom?" (não, não é. Se Papai acha o filme bom, o filme é ruim que dói).
Mamãe: "Sei lá não assisto TV. Você viu alguma coisa Kami Sal?"
Kami Sal: "Também não assisto TV..." (Só o TV Culinária, Esquadrão da Moda e Sobrenatural atualmente.)
Papai: "Não, eu vi no jornal."
Kami Sal: "E de quando é o jornal?"
Papai: "De hoje."
Kami Sal: "Então de quando é a programação da TV?"
Papai: "Não sei."
Mamãe: "É lógico que é de hoje. Iam colocar a programação de que dia?"
Papai sai da cozinha. Mamãe continua limpando a pia em silêncio e depois de alguns segundos, sentencio pensativamente (na vera, foi pensamento que escapuliu):
Kami Sal: "Dizem que Deus dá inteligencia ou beleza. No caso, não deu nenhum dos dois.".
Por ultimo, depois de decadas (o exagero é algo comum em mim) falando sobre o assunto, finalmente criei um blog para postar meus desenhos no lugar de deixa-los mofando no fundo da gaveta. Se alguém quiser visitar o Ponto de Fuga, sinta-se a vontade.

Image and video hosting by TinyPic


Saida de emergencia:

Mokona-sama: Nós também adoramos decoração de Natal.

André-san: O problema é quando insistem em trazer coisas que não prestam para casa.

Stafora-ni: Sim, dá um certo trabalho colocar um hipopotamo em uma caixinha. Também não tenho certeza se era um elogio...

Marcadores: , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 12:16 PM


|

quarta-feira, novembro 25, 2009

Tudo que eu quero de Natal é um hipopótamo e o hipopótamo me quer também


Photobucket Estamos aqui reunidos, nessa data festiva, para celebrar a união desse homem e dessa mulher. Peraí, erramos, não é nada disso. Estamos reunidos pra celebrar a inauguração da decoração de Natal do MB!!!
Photobucket Apesar de termos feito uma armadilha para o Papai Noel no template do ano passado, ele nos perdoou e nos deu presentinhos, como se pode ver no template deste ano. Ou roubamos os presentes do Papai Noel depois que o capturamos? Fica a dúvida...
Photobucket E é claro, a decoração natalina do MB não é a decoração natalina do MB se não tiver as tradicionais dollzinhas de Natal. Entre os gifs da lateral, uma homenagem ao terceiro post do MB: o gif do presente e do carvão. Não lembra ou desembarcou no MB agora? Tudo bem, a gente explica, afinal somos boas meninas e não queremos ganhar carvão... A historia do carvão é bem simples mesmo: pessoas que foram boazinhas durante o ano todo, ganharão presentes no Natal, que não foi bonzinho, terá de se contentar com um pedaço de carvão. No final das contas, se você for mal por muitos anos seguidos, pode convidar seus amigos para um belo churrasco semi-patrocinado por Papai Noel.
Photobucket A midi desse ano é "Have Yourself A Merry Little Christmas". Nós descobrimos que todo mundo já gravou esta música, mas a versão midi é a melhor, porque a cantada é meio depressiva. Todos que gravaram resolveram dar um tom dramático à música.

Photobucket

Marcadores: , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 8:16 AM


|

segunda-feira, novembro 23, 2009

Piscina, churrasco e sauna depois de estar bronzeado


Photobucket Eu sei, eu sei... Postei na sexta e vou postar hoje de novo. Mas olha, só estou fazendo isto por duas boas causas: 1) amanhã começam minhas aulas teóricas na autoescola e por 2 semanas eu não vou ter tempo de postar (vocês vão ver um texto meu aqui nos próximos dias, mas ele já está escrito); 2) meu fim de semana foi meio estressante, murphyado, divertido, meio estressante de novo, bizarro e divertido de novo, nesta ordem.
Photobucket Começou que no sábado de manhã fui fazer o psicotécnico para tirar carta. E aí, vocês devem estar pensando "ah, e daí? É só o psicotécnico..." Mas antes de fazer, eu fui procurar na internet sobre isto e acabei parando num fórum de pessoas que já tinham reprovado no psicotécnico. Uma menina, inclusive, reprovou 2 vezes. Otimista e confiante que sou, já me imaginei tendo que fazer de novo e falando para todos os conhecidos que eu reprovei. Sério, eu sou trágica. Aí, fiz a prova, foi rapidinha e, quando menos esperava, já estava saindo com a planilha dizendo que fui aprovada. Simples assim.
Photobucket De lá, fui com meus pais para a chácara, onde íamos passar o fim de semana com os amigos da família, como já é tradicional. A primeira impressão que tive da chácara foi das melhores. Era um lugar lindo. De repente, notamos um carro desconhecido. E pessoas desconhecidas. Até o momento, só meus pais e eu estávamos lá. Meu pai ligou para quem alugou a chácara para saber se estávamos no lugar certo. E estávamos. Foi aí que descobrimos que a chácara tinha sido alugada para outras pessoas também!!! Esperamos todo mundo chegar para resolver a situação. No fim, nada deu certo e agora quem vai resolver é o juiz (olha, que ameaçador!!!). Mas não podíamos perder o fim de semana, né? Resolvemos voltar para a cidade e procurar alguma outra chácara. Lady Murphy, no entanto, ainda não estava contente e resolveu aprontar outra: o carro do meu pai quebrou, logo para cima do campus reserva ecológica. Sorte que deu para chegar até em casa. Conseguimos alugar outra chácara, na verdade, uma "chácara": 2 quartos, quiosque com churrasqueira, piscina e sauna, dentro da cidade, mesmo. Fiquei quase o tempo todo na piscina. Tentei usar a sauna, mas assim que pus meus pés para dentro, senti aquele ar abafado, úmido e imaginei a porta fechando e eu, trancada naquela salinha minúscula, eu fiquei com falta de ar. Nem eu sabia que tinha fobia de sauna. Deve ser porque nunca tinha entrado em uma. Justo neste ano que eu comprei Uno especialmente para ter alguma coisa para fazer à noite, nós voltamos para dormir em casa, porque...
Photobucket No domingo, eu tinha prova de manhã. Eu comecei bem calma, mas a cada erro, eu ia ficando mais nervosa. No fim, eu estava tremendo. Saí de lá e fui pegar o ônibus para ir para a "chácara". Detalhe que eu mal sabia onde ficava, porque só tinha ido para lá uma vez, no sábado, e de carro, cuidando para que a cachorrinha hiperativa que eu estava levando no colo não saltasse pela janela do carro em movimento. Tudo que eu sabia era o nome do ônibus que eu tinha que pegar e o nome da rua onde eu achava que tinha que descer. Fiquei tentando ligar para os meus pais para pedir mais informações e nada deles atenderem os celulares. Eu já estava nervosa da prova e ainda isto... Seria bom se tivesse parado por aí. Eu estava falando os mais belos palavrões da humanidade, enquanto tentava, em vão, falar com meus pais, quando se aproxima um cara (vamos chamá-lo de Cara Estranho) e pergunta meu nome. Eu fingi que não era comigo e ele insistindo. Acabei dizendo que era Joana (se até minha mãe diz que é, então é porque deve ser). Não contente, ele pediu para segurar as sacolas enquanto ele dobrava as mangas da camisa. Pensei, pensei e acabei com medo do que aconteceria se eu não fizesse isto, então acabei segurando. Aquela avenida vazia, eu querendo fugir, não sabia mais o que fazer. Eis que surge um grupo de senhoras evangélicas. Eu entrei no meio delas e fiquei lá. Uma senhorinha bem idosa começou, então, a falar comigo, mas eu não entendia uma palavra do que ela dizia, tadinha. Enquanto isto, Cara Estranho começa a berrar músicas do Roberto Carlos, usando o celular como microfone. Eu tentando entender o que a senhorinha falava, Cara Estranho começa a me chamar (de Joana) e perguntar sobre o ônibus. A senhorinha falava, Cara Estranho gritava "meu nome" e eu pensando que não era possível que aquilo fosse a vida real. E pior: a minha vida. Meu ônibus chegou, eu me despedi do grupo de senhoras e elas ficaram me olhando com cara de caneca, tipo "o que ela estava fazendo aqui?"
Photobucket Consegui chegar à "chácara" por causa de um ponto de referência, porque meus pais falaram um nome de rua que não era a da "chácara" e eu achava que fosse. Passei o domingo lá, curtindo a piscina e chegando à conclusão que eu nasci para ser rica, só não tenho dinheiro para isto.

Photobucket

Marcadores: , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 8:14 PM


|

domingo, novembro 22, 2009

Frase da Semana: "Quem guarda o que não presta, tem o que não presta mesmo.", dita por Stafora.

Image and video hosting by TinyPic


É verdade:

Mokona-sama: Minha vó sempre me chama pelo nome da minha prima...

Suzan-chan: Concordo.

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 8:01 PM


|

sexta-feira, novembro 20, 2009

Eu nunca digo nada, mas sem o que considerar, se esquecem do meu nome


Photobucket Há uma semana, exatamente, foi sexta-feira 13. Olha, eu não sou supersticiosa e até gosto de sexta-feira 13, principalmente quando é em julho. Eu estava pensando nisto enquanto voltava para casa de ônibus (coisa que eu não costumo fazer em dias ensolarados como sexta passada), ouvindo Freaky Friday, que fala sobre uma sexta-feira ruim, e pensando que era sexta-feira 13 e estava sendo bem tranquila. Eis que o ônibus vira a esquina, anda duas quadras e o motorista manda todo mundo descer, porque o pneu tinha furado.
Photobucket A segunda-feira 16 foi muito pior. Tinha sido bem, bem ruim, por motivos que eu não posso dizer aqui. Quando fui pegar o ônibus, desta vez porque estava chovendo, ele chegou, parou e o motorista avisou que tinha quebrado. Eu tive que esperar o outro na chuva!!!
Photobucket Entre a sexta-feira 13 e a segunda-feira 16, saí para começar minhas compras de fim de ano. Entrei em uma loja de calçados com meus pais, porque meu pai queria ver um tênis para ele, e acabei achando um chinelo. Como cada um ia pagar a sua conta, eu falei para a vendedora que já ia pagar o meu enquanto meu pai experimentava o tênis. Fui lá, paguei, peguei a sacolinha e sentei. Aí, chega a vendedora hiperativa e fica: "vai, pode tirar o tênis e colocar o chinelo, não precisa ficar com vergonha. Pode trocar." E tipo, ela ficou insistindo!!! Muito, muito estranha.
Photobucket No domingo 15, os filhotes da Rivo desapareceram do cercadinho deles. Eu fiquei apavorada, porque eles são tão pequenininhos... Procuramos até na rua e nada. Não é que os três danadinhos não tinham nem saído do cercadinho? Eles estavam dormindo encolhidos embaixo de um isopor daqueles de embalagem de televisão, que estava dentro do cercado.
Photobucket Hoje, eu estava "diboa" voltando para casa de ônibus, ouvindo músicas no celular com fone, cantando junto em japonês (tá, eu não sei falar japonês, mas e daí?) e olhando pela janela quando vejo uma mulher saindo do bueiro com uma sacolinha.
Photobucket Você percebe que tem passado pouco tempo com a sua família quando:
mamãe da Josei: Olha, ela chama Joana, que nem você.
Josei: Mãe, eu chamo Josei.
mamãe da Josei: Ah, é... Você é Josei...
Photobucket Depois desta, só encerrando o post.

Photobucket

Marcadores: , , , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 6:46 PM


|

domingo, novembro 15, 2009

Frase da Semana: "Money che te fa bene.", dita por Pescador.

Image and video hosting by TinyPic


Din, din, din, dinheiro:

Mokona-sama: Pra mim o apagão foi super tranquilo. Minhas gatas gostam de caçar baratas e dar como presente...

Stafora-ni: Do jeito que grito quando vejo baratas, creio que o boato seria de que fui esquartejada.

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 8:33 PM


|

quinta-feira, novembro 12, 2009

Fazendo amizade com as sombras na minha parede


Photobucket Geralmente, quando eu vou contar causos reais e sobrenaturais, encerro o post com eles, né? Vamos inverter hoje? Então, aí vai:
Photobucket O real e o sobrenatural: os espíritos zombeteiros e sem muito o que fazer na pós-vida resolveram brincar com os celular da minha mãe. Um dia, o celular dela estava aceso. Tá, mas aí eu fui ver e ninguém tinha ligado, ninguém tinha mexido, ele acendeu sozinho. Em outro dia, foi a vez do meu protagonizar um momento real e sobrenatural. Eu estava com a bolsa no colo e com o celular dentro dele. Senti vibrar e peguei para atender. Não tinha tocado. Coloco de volta na bolsa e eis que em um minuto ele tocou mesmo...
Photobucket Sábado eu fui ao casamento de mais um dos meus primos. Foi liiiindo!!! Tudo bem que na igreja meu primo pagou mico: ele tomou todo o vinho que era para ele dar um gole e passar para a noiva. Em vez de disfarçar, ele contou para o padre e todo mundo deu risada. Bom, aí foi a festa. Estava linda, tipo, perfeita, e muito divertida. Tinha barmen fazendo drinks a base de vodka (*melhor nem comentar...*), DJ, personagens de desenhos e séries (Homem Aranha, Batman, Chaves, Kiko...), docinhos muito chiques, jantar maravilhoso e a decoração estava incrível.
Photobucket Como foram de apagão? Eu estava assistindo TV quando tudo apagou. Ainda achando que era uma mera falta de luz no meu bairro e na Vila Águia (que eu posso ver da minha casa), eu fui para o quarto, levei uma vela e fiquei deitada na cama. Aí, comecei a fazer bichinhos de sombra com os pés. Sem parar minha atividade lúdica, eu peguei o celular, que estava do meu lado, e liguei para ouvir FM. Foi mais uma demonstração da escolha perfeita da trilha sonora do "Show de Josei". Estava tocando uma música que diz "you've gotta be out of your mind - crazy"
Photobucket Lembram que lá em 23/01/09 eu disse que minha bolsa era de nerd, que não apareceria numa reportagem do tipo "o que as mulheres carregam na bolsa"? Pois 10 meses depois, eu apareceria numa destas e com louvor. Minha bolsa atual tem de tudo (ainda não tem chapinha, mas é porque eu não uso). Acontece que, como eu passo muito tempo longe de casa, eu preciso garantir que vou ter tudo o que eu precisar no caso de alguma emergência. Meu ombro esquerdo não gostou da minha nova bolsa, não, e tem reclamado todos os dias dela... Tudo bem, eu devo ter um remedinho para dor muscular na minha bolsa...
Photobucket Ontem eu fui fazer o exame médico para tirar carta e foi quase um dèja vu do "Dia de Fazer uma Pergunta Estúpida". O médico olha para minha cara e pergunta: "você usa óculos?" Eu só apontei para o objeto no meu rosto, mas minha vontade era responder: "não, esta é a decoração de Natal do meu rosto". Não contente, ele pergunta se eu enxergo de óculos. E eu pensando: "claro, eu uso óculos só para ficar com cara de nerd". Mas eu fui uma boa menina e respondi direitinho. Até porque vai que ele se irrita e me reprova...

Photobucket

Marcadores: , , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 8:16 PM


|

terça-feira, novembro 10, 2009

Eu quis matar todos seus amigos


Eu odeio baratas. Sim, vamos começar o post com uma declaração de guerra a todos esses seres nojentos e ratejantes transmissores de doenças. Exatamente porque as odeio, mantenho o meu quarto limpissimo, já que a limpeza as afasta. Também passo veneno às vezes e coloco naftalina no armário de mangás e na parte do guarda-roupas onde guardo revistas (coisa que além de afastar baratas, mantém as traças longe). Mas apesar de tudo isso, uma madrugada (mais precisamente, quinta-feira, às 5 da manhã) acordei com o barulho de baratas. E vinha do guarda-roupas. Levantei e fui para o quarto do meu irmão (que fica vazio durante a semana) e fiquei ali, até às 7 horas da manhã brincando com Gata Pequena. Então fiz todas as minhas atividades matinais diarias e quando não era mais possivel postegar o momento, Mamãe e eu fomos ao meu quarto. Como guarda-roupas é muito bem fechado na parte de cima, nos concentramos em desocupar as gavetas (unico local onde um ser maligno poderia ter entrado). Desocupamos e tiramos as seis gavetas e nada. Cogitamos arrastar o movel, mas era impossivel: além de ser feito de madeira maciça, as duas parte de cima ainda estavam cheias. A boa noticia é que não havia sujeira de barata, logo ela não estava lá a mais de uma noite. Decidimos borrifar veneno atras dele pra ver se a barata saia. Sairam. Quatro. Mamãe matou todas enquanto eu me protegia segurando o vidro de inseticida como se fosse a tabua da salvação e borrifando em tudo que tivesse o aspecto de uma barata e aparece perto de mim (não tenho ideia de de quantas manchas no chão e papeizinhos matei assim)... Depois disso, tirei todas as roupas do quarto e passei tanto veneno nele que ficou com uma neblina toxica. Tranquei portas e janelas pra ter certeza que se tivesse sobrado alguma barata ali morreria.
Tudo parecia bem, mas eis que na parte da tarde, Mamãe encontrou uma barata embaixo da pia. Pensou, vou borrifar veneno e tudo estará resolvido. Eis que depois do borrifo, começaram a surgir outras. Nessas horas, eu já estava de novo me abraçando ao vidro de veneno como se fosse a tabua de salvação, quando Mamãe descobre de onde as baratas. Tem um buraco pro inferno debaixo da pia. Tá, não tem cheiro de enxofre, nem chamas, então é provavel que não seja um buraco até o inferno de verdade, mas considerando sua localização perigosamente proxima do cano de descarte da água, acreditamos que possa ir até o esgoto. Mamãe disse que vai comprar cimento e prepara-lo com DDT no lugar de água pra tampar o buraco (o que segundo meu avô, pai dela, é tiro e queda pra por fim em baratas). Confio em sua sabedoria vovô!
Depois disso, fui caminhar em pânico, confundindo tudo no universo com baratas. Voltei pra casa e não queria mais entrar na cozinha e no meu quarto. Passei a noite no quarto do meu irmão (claro, que não consegui dormir). Sabado pela manhã, fui até o centro na minha peregrinação para pegar o ultimo carrinho da coleção do jornal. como ainda estava meio em choque, decidi fazer algo que sempre me deixa muito feliz: olhar a decoração de Natal das lojas do centro. Acabei comprando umas bandejas natalinas e uma mini-árvore de Natal de vidro com guisos coloridos pra colocar no meu quarto e afastar os maus fluidos deixados pelas baratas. Depois de procrastinar muito o momento, na parte da tarde, com ajuda de Mamãe, finalmente arrumei e limpei o quarto. Acabei decorando ele para o Natal também, apesar de estar meio cedo...
E enquanto isso na sala do médico, descobrimos que Papai é diabético. Digo descobrimos porque todo mundo já percebeu, menos ele que continua comendo tudo que vê pela frente (sério, a quantia de arroz que ele come numa refeição daria pra alimentar uns 5 etiopes famintos), bebendo refrigerante como se fosse ar (é, porque nem água se bebe numa quantidade tão grande. Aqui um adendo, ele tem bebido zero e diet porque Mamãe parou de comprar do normal), comendo bolo com calda de açucar de confeiteiro (alias, ele nunca gostou de bolo de chocolate/cenoura/acerola/capuccino/laranja antes da noticia de que é diabetico) e acha que caminhar é idiotice (é a unica pessoa da casa que não faz caminhada)... Concluindo, se alguém tem algo a dizer a ele seja rápido.
Ademais, surgiu o boato de que entrou ladrão em minha casa. Como eu não fiquei sabendo de nada e passo tipo umas 22 horas por dia dentro de casa, posso dizer que das duas uma: ou é mentira, ou ele entrou, viu o estado calamitoso da casa que implora por uma reforma e foi embora sem levar nada. Acredito mais na primeira alternativa...



Nem sei como cheguei aqui:

Mokona-sama: Sim, Mamãe é.

Suzan-chan: Na vera, eu gosto de imagens emo...

Marcadores: , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 2:58 PM


|

domingo, novembro 08, 2009

Frase da Semana: "Fulana não vai morrer de ataque cardiaco porque não tem coração.", dita por Mamãe.

Image and video hosting by TinyPic


Oi, tum, coração pode bater:

Mokona-sama: Todos tivemos nossa chance de ganhar no Uno. Aqui também está um calor terrivel.

Stafora-ni: Acho que ele entendeu que eram quatro batatas por minuto. Desconfio um pouco que cacique zumbi raivoso traga docinhos e brinquedos...

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 8:02 PM


|

[ As Bizarras ]



Photobucket























PhotobucketPhotobucket

[ Estamos... ]

The current mood of mundobizarro at www.imood.com

[ Já passou... ]

Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Agosto 2012
Setembro 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Maio 2013
Junho 2013
Julho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Janeiro 2014
Fevereiro 2014
Março 2014
Abril 2014
Maio 2014
Junho 2014
Julho 2014
Agosto 2014
Setembro 2014
Outubro 2014
Novembro 2014
Janeiro 2015
Fevereiro 2015
Abril 2015
Junho 2015
Setembro 2015
Outubro 2015
Dezembro 2015
Janeiro 2016
Agosto 2016

[ Em uma linha ]

Photobucket Photobucket

[ Musica ]

Photobucket
Blip Josei

Photobucket
Blip Kami Sal

[ Blogs favoritos ]

Muito Macho
Baiacus Cantores de Piraporinha
Encontre o peixe
Sentimentos Verdadeiros
Um Mundo Sem Noção
ISAC
Leis de Murphy
Ninguém lê esta porcaria
BHQ+
Orijinaru
Sorvete Napolitano
**Luty Kitty** Nyu!!
Tipo assim...
Miss Mymi
Frivolidades e Inutilidades
Coma Com Os Olhos
Gatos na Cozinha
Ponto de Fuga
Não bata no gatinho
Satisfeita Yolanda
Sócia da Light
Menina não pode
Receita Perfeita
Pitadinha
Gavilan

[ Flogs favoritos ]

Mundo Bizarro - o flog.
Picolé Napolitano
Flog da Luty
Toscosplay
Deviant Art
Mafia
Baby Mel
Pet Club

[ Sites ]

Mundo Bizarro no Orkut
SOS Anime
Sonando com KareKano
Shampoo.art.br
Henshin
Tomobiki-cho, The Urusei Yatsura Web Site
Friends the Stuff you've never seen
Central de Mangás
Um sábado qualquer
Lady's Comics
Manga Dream
Tsumi
Redisu
Anime Kawaii
Hinata Sou
Anime House
Anime Extremist
Shoujo House
Kawaii Screen
Neopets
AMV.org
Gendou
O Jovem Nerd
Nigthtsy
Anime Lyrics
LiveJournal Furuba
FanFiction.Net
FF-SOL
Click Jogos
Anime Blade
Anime Pró

Snoopy
Madame Malkins

Eu sou blogólatra!








[ Marcadores ]

"real e o sobrenatural"
acidente tosco
animais
anime
aniversário
apartamento
artesanato
banco
barata
biscuit
bizarrice
bizarrice IVCH
blogueira desaparecida
bonita história triste
campus reserva ecologica
Caramelo
Carnaval
carro
celular
Charlie Brown
churrasco
chuva
chácara
cinema
coisas que não entendo
comemoração
computador
culinária
desabafo
dialogo em família
dialogo
diálogo em família
divagações
doente
emo
especial de aniversário
estágio
faculdade
família
feriado
festa
flog
formatura
frase da semana
férias
gata
Gata-Vaquinha
gatos
gente chata
greve
hidroginástica
horário de verão
inseto
insonia
IVCH
jornalismo Mundo Bizarro
kit
Lady Murphy
lagartixa
leseira
livros
lost
Mamãe-Gata
mangás
máquinas
mimimi
música
nada
Natal
nerdice
neura
ônibus
Otaku Fest
outono
paranóia
pesadelo
pessoas estranhas
ponto de ônibus
presente
Quem procura acha aqui - ou não
reflexões inúteis
sonho
shopping
Sorveteria
SOS Anime
susto
televisão
template
teste
trabalho
trauma de infância
tristeza
vaidade
vergonha alheia
viagem

[ Campanhas ]

Adotar é tudo de bom

[ Midi ]

Você está ouvindo

I'll be there for you

[ ... ]



eXTReMe Tracker

Template by Kami Sal
Todos os direitos
reservados

Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Photobucket
Blinkie Maker
Make your own Blinkie

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket