P>

quarta-feira, janeiro 28, 2009

As minhas palavras estilosas parecem palavras de outro alguém


Photobucket Sinal dos tempos (ou como adultos sempre arrumam um jeito de patologizar o que as crianças fazem): fui criança nos anos 80 e tive um Atari. Naquele tempo, já se falava que o vídeo game era prejudicial porque a criança ficava sentada em vez de se exercitar. Tá, naquele tempo, nós passávamos pouco tempo na frente do vídeo game e bastante tempo inventando brincadeira, mas sempre tinha um médico para falar uma coisa destas na TV. O tempo foi passando, os vídeo games evoluindo, porém o conversê sobre o sedentarismo das crianças e os vídeo games continuou, até que surgiu o Wii.Chegou o momento em que os leitores do emibê perguntam em coro: "e por que raios Josei está dizendo tudo isto?" Tudo isto eu expliquei porque me deparei com uma reportagem assaz esquisita na semana passada. Mostraram o Wii e como as crianças se movimentam enquanto jogam, eu estava achando super legal, porque criança tem mais é que se movimentar, mesmo e eis que... um especialista em qualquer coisa disse que se movimentar assim pode ser prejudicial para a criança!!! Sério, fiquei chocada!!! Eu disse que na infância jogava video game, mas na maior parte do tempo eu brincava com as outras crianças de pega-pega, mãe da rua, alerta, queimada, todas brincadeiras em que nos movimentávamos muito, muito mais até do que se jogassemos Wii. Não me lembro que alguém tenha morrido por isto. No máximo, um arranhão no joelho, uns pontinhos no queixo, um gesso, mas depois sarávamos. Adultos especialistas esquecem que já foram crianças e que sobreviveram à infância...
Photobucket As castanhas do Pará continuam afetando meu cerebrinho (este deve ser o segredo do Calypso!!!). Eu estava comendo as castanhas na porta da cozinha e vi um flash. Detalhe que atrás da cozinha só tem um corredorzinho com muros bem altos. Eis que se segue o Diálogo em Família:
Josei: Mãe, você viu um flash?
mamãe da Josei: Não. Vai ver alguém está tirando foto sua comendo castanha.
Josei: Só se for um paparazzo escondido no telhado.
mamãe da Josei: Deve ser.
Josei: E amanhã minha foto vai estar nas capas das revistas de fofoca.
Photobucket Ontem, na hora da chuva (tá, em que hora não estava chovendo ontem, né?), eu estava estudando e alguém começou a tocar insistentemente a campainha, coisa de 10 vezes seguidas. Olhei pela janela e era uma senhorinha com uma sombrinha. Disse a ela que eu já ia, fui pegar a chave para abrir o portão e ela tinha ido embora. Assim, no maior esquema "apertar a campainha e sair correndo", que é o auge da aventura quando se tem 7 anos. Depois eu digo para minha mãe que na nossa rua a lógica do mundo normal não se aplica, ela diz que é maldade minha.
Photobucket Estou lendo "O misterioso sr. Quin", de Agatha Christie. Eu já li outros da autora e acho que este não é o melhor. É legal, mas como são vários contos com os mesmos personagens centrais e não uma só história, às vezes fica repetitivo. Por exemplo, em mais de um conto ela diz que a roupa do sr. Quin ficava parecida com a de um bufão por causa do vitral colorido (isto em locais diferentes); e em quase todos, ela repete que o sr. Satterthwait tinha papel de espectador da vida, mas na companhia de sr. Quin ele tinha a ilusão de ser ator. Ou seja, os contos são intrigantes, mas para quem quer ler Agatha Christie, recomendo um livro que conte a mesma história do começo ao fim.

Photobucket

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 1:05 PM


|

sexta-feira, janeiro 23, 2009

Por que? Pra que? De que? Tudo quer saber


Photobucket Não sei se foi aqui que escrevi que eu não gosto de começo de ano. Parece que a responsabilidade cresce no começo do ano, algo como "eu preciso fazer alguma coisa, mudar alguma coisa, melhorar". O lado bom é que isto me leva a ler mais no começo do ano, estudar mais, fazer exercícios, procurar coisas para fazer. O ruim é que minhas boas intenções acabam em um mês ou um pouco mais. No ano passado, meu período bem intencionado começou em março, quando eu entrei de férias do meu último estágio. Agora, eu estou no meu período bem intencionado. E o que isto tem de importante para vocês? Nada... Como diria o Cirilo, "eu só quis dizer".
Photobucket Como parte do meu período bem intencionado, estou finalmente lendo O Diário de Anne Frank. Em 2005 eu fiz um post dizendo que gostava de ler diários e que este ainda não tinha lido. Pois é, só agora peguei o livro. Eu achava que seria bem mais dramático, como um livro que eu li sobre uma mulher que consegue fugir do trem que a estava levando para o campo de concentração. Apesar de toda a situação pela qual passa, Anne é uma adolescente... comum, com suas paixonites, revoltinhas e tudo o mais que qualquer adolescente em qualquer lugar do mundo sente, e é interessante ver a guerra sob este ponto de vista. Acho que todo mundo já leu este livro, né? Mas eu estava a fim de comentar. Só isto.
Photobucket Na TV sempre tem programa feminino ou noticiário no horário do almoço que faz aquelas reportagens sobre bolsas e pedem para que mulheres mostrem o que tanto carregam nelas. Geralmente, elas mostram celular, batom, espelho, carteira, chapinha(!!!), pente, sombrinha, roupas(!!!), maquiagem, todo tipo de futilidades. Na quarta fiquei imaginando o que diriam de mim se me abordassem naquele momento, porque na minha bolsa tinha 2 livros, um caderno, uma caderneta, uma caneta, uma lapiseira, um cartão de biblioteca e o celular com pingente de gloss. Acho que editariam a reportagem e não mostrariam minha bolsa, porque eu sou "too white and nerdy"... Bem, não "too white", mas bem "nerdy"...
Photobucket Como estou há quase um ano em férias involuntárias e não remuneradas, tenho muito tempo para pensar em coisas nada a ver. Por exemplo, dia destes eu estava comendo castanha do Pará e fiquei imaginando quem descobriu que dentro daquela casquinha dura tinha algo comestível. Porque se eu achasse uma castanha do Pará fechadinha, no máximo eu ia jogar em um lago para ver fazendo ondinhas. Mas alguém, um dia, teve a ideia (sem acento) de quebrar a casca e comer, sem pensar que podia ser venenoso e que ele podia morrer. É alguém que merece minha admiração.
Photobucket Outra coisa que eu fico pensando é por que a polícia montada carrega espadas. Eu nunca vi um policial sacando espada em serviço, só em desfile de 7 de setembro, então por que ele leva? Sério, um dia eu ainda vou parar um policial e perguntar...

Photobucket

Marcadores: , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 1:56 PM


|

terça-feira, janeiro 20, 2009

Ride on shooting star


E quinta-feira da semana passada foi dia de viajar para Sorveteria. Ligaram na quarta-feira dizendo que Stafora teria de ir até para assinar uns papéis lá na escola e como viajar sozinho é chato e ele voltaria no mesmo dia, ficou decidido que eu iria junto.
Como iriamos sair cedo, coloquei o despertador para tocar, embora normalmente, eu acorde sozinha. Tudo lindo, né? Eis que eu sonho que estou ouvindo uma alarme tocando e não consigo identificar de onde vem o som. Sim, ao inves de acordar, eu sonhei com o despertador tocando, enquanto ele tocava...
Chegando na escola, Stafora descobre que vai ter de fazer mais do que assinar alguns papeis, então eu fui para o apartamento dele. Como não tinha muito pra fazer lá, postei no plurk, joguei paciência spider (o suficinte para me viciar) e terminei de ler "Cachorros encrenqueiros se divertem mais". Então enquanto estava lendo a resenha do livro (sim, eu leio a resenha depois de ler o livro, é uma mania bizarra), me atentei ao seguinte trecho "são mais de 75 crônicas de John Grogan" (para quem não sabe, é o autor de "Marley e eu"). Mais de 75, é? Não tinha pra fazer mesmo, comecei a contar e são exatamente 76 crônicas. Tenho uma raiva quando escrevem mais de n coisas e tem exatamente n+1!!! Caramba, porque não escreve n+1 de uma vez?
Depois de um muito nutritivo almoço envolvendo pizza de frango com catupiry e coca zero, fiquei sozinha novamente. Decidi jogar mais paciencia spider, nisso escuto o vizinho de apartamento brigando com a esposa. Normal, nem prestei atenção ao que diziam. Logo fez silêncio de novo. Passam-se uns poucos minutos, começa o som de piso sendo quebrado como se o vizinho estivesse tentando enterrar um cadaver no chão do quarto (o que fatalmente, faria o cadaver cair no chão da sala, já que são micro apartamentos de dois andares). Imediatamente pensei: estaria ele enterrando a esposa? Claro, parcimonia não é uma das minhas qualidades.
Na viagem de volta, enquanto me sentia orgulhosa de ainda lembrar o que são curvas de nivel e rotação de culturas (se você não lembra, clique aqui), vejo um motoqueiro pilotando com a cabeça caida. Estaria desmaiado? Morto? O carona não percebeu? Nem tive tempo pensar muito sobre o assunto, quando uma vaca escorregou e quase caiu no pedágio. Certo, certo, havia uma cerca que impediria que ela adentrasse a pista, mas deu a exata impressão de que ela ia cair no sem parar do pedágio.
Chego em casa e descubro que Café com Leite, a gata psicotica, ficou miando tristemente na porta do meu quarto durante a manhã. Mamãe abriu a porta e deixou a gatinha psicose entrar para que ela visse que eu não estava no quarto. Ela viu e se pôs a atacar minhas roupas com toda furia que uma gata de quatro quilos pode demonstrar. Mais do que depressa, Mamãe salvou minhas roupas. A pequena psicotica não se deu por vencida e caiu em cima do meu pijama. E ainda mordeu e arranhou minha mãe quando ela foi tentar tirar o pijama de suas garras assassinas. Logico, levou uma chinelada. E desapareceu de casa até as três da tarde. Quando eu cheguei, a gatinha jazia no sofá com o sono das eras...

Photobucket


Spider:

Mokona-sama: Eu não vejo graça nas novelas atuais, são todas iguais pra mim. Assista o filme, é bom. Claro que seriam as crianças e os idosos.

ryuwolf-san: Eu achava que tinha problemas para trocar os cartuchos, mas você conseguiu elevar isso a um novo patamar.

Marcadores: ,

Postado por Josei e Kami Sal às 8:41 AM


|

segunda-feira, janeiro 19, 2009

Vou assistir a novela das oito, coisa que eu nunca fiz


Photobucket Conforme prometido, vou dar uma de Sônia Abrão/Mama Bruschetta e vou comentar os últimos capítulos de A Favorita. Não assisti esta novela nem quando estava na chácara e a única coisa para fazer à noite era acompanhar toda a família neste programa de índio. Mas como nos últimos capítulos a Donatela resolveu se fingir de fantasma, eu acabei me interessando em ver o que ia acontecer e assisti a última semana. Acabei anotando vários comentários para postar aqui:
Photobucket Claro que o plano de se fingir de fantasma era idiota, ainda mais para enganar a Flora, a única personagem da novela que tinha cérebro. Ou a única que sabia usá-lo.
Photobucket Como eu já disse, todo mundo era idiota naquela novela, menos a Flora. Mas ela também cometia seus deslizes. Por exemplo, ela ditava toda a lista de suas vítimas quando ia matar um novo incauto. Para quê? Isto acabou virando sua confissão e ela teve que fugir da polícia.
Photobucket Algo aconteceu com o vestido de Donatela durante o casamento (isto eu soube depois, pela internet) e ela se casou de combinação. Para mim, era uma camisola, isto sim. O que é bem justificável, já que o noivo dela, o tal Zé Bob (isto é nome de labrador, não de galã de novela) dá sono. Chatinho que só ele. Fora que no casamento da Donatela também houve mensagem subliminar: uma das músicas que tocaram era da novela Pantanal, que acabou na mesma semana.
Photobucket O último capítulo começou com o "momento emoção". Donatela e Zé Bob (estou me segurando para não fazer o trocadilho Zé Bob=Zé Bobo) vão para a lua de mel e Flora vai atrás. Os comparsas dos pombinhos ficam sabendo e em vez de irem imediatamente, ficam discutindo até de manhã o que fazer. Alugam um helicóptero e ficam discutindo quem vai. Enquanto isto, Flora já preparou o café da manhã e já está apontando a arma para o casal durante uma longuíssima D.R. (discussão de relação). Ela atira no Zé Bob, os miguxos do casal chegam e NINGUÉM tem a idéia genial de chamar polícia ou resgate. Purgantezinho atira na Flora, e só então resolvem levar o jornalista moribundo para o hospital.
Photobucket Flora se recupera e vai para o xadrez. Donatela diz para o Zé Bob que agora a assassina está presa e eles podem ficar tranquilos. Ahã... Só se esqueceu que até uma burrica como ela conseguiu fugir, imagine o único cérebro pensante da novela... Bom, mas até o final da novela ela não foge.
Photobucket Acabado o momento emoção, ocorrem os desfechos dos secundários. Deu até sono, de tão chato que foi este finzinho da novela. Juro que não sei como uma novela com personagens tão sem graça fez sucesso. Tem gosto para tudo, mesmo...

Photobucket

Marcadores: ,

Postado por Josei e Kami Sal às 5:20 PM


|

domingo, janeiro 18, 2009

Eu me pergunto por que estou aqui e por que estou rindo com você?


Photobucket Conseguimos, finalmente, fazer a Ida Anual do Kit ao Cinema - edição 2008. Não, Josei não perdeu o calendário nem se perdeu no tempo. Foi a edição 2008 porque não conseguimos no ano passado. Não que não tivéssemos tentado, como vocês podem relembrar lendo o post de 10 de julho de 2008. Desta vez, também, o cinema estava lotado, mas a ida anual 2008 já tinha virado questão de honra. Assistimos "O dia em que a Terra parou", cuja sinopse vocês podem ler aqui. Depois de dias de calor senegalês, foi ótimo entrar no cinema e sentir frio. Bom, sobre o filme: caaaara, o alienígena é o Keanu Reeves!!! Eu o protegeria e cuidaria dele, ainda mais porque ele tem uma missão muito nobre. E sem mais comentários, para não virar spoiler.
Photobucket Como nós fomos ao cinema do shopping, ainda deu para dar uma olhada na loja de brinquedos. Vocês tem noção que tinha o Mundo das Fadas, de Neopets? Com Roda da Emoção e tudo!!! E tinha os Fur Real, aqueles bichinhos super fofos!!! Se eu tivesse 20 anos a menos, eu ia fazer birra até ganhar estes brinquedos.
Photobucket Chego do cinema e ligo a TV, enquanto troco de roupa. Estava na Globo e passando Big Brother. Nos únicos 2 minutos que eu assisti deste programa, eu vi uma mulher lavando o rosto com a calcinha!!! Que horror, minha gente!!! Fiquei muito traumatizada. Já não assistia, mesmo, porque acho chato, e agora é que não vou assistir mesmo, mesmo, mesmo. Por outro lado, eu gosto de ver os comentários sobre o tal reality show no Big Bosta Brasil. Não sei de quem eles estão falando? Não. Mas eu choro de rir com os comentários maldosos. Fora que o nome do blog não podia ser mais adequado.
Photobucket Estava esta jovem, bela e nobre blogueira assistindo TV no fim da tarde de sábado quando a campainha toca. Era um homem tentando vender 3 discos (sim, bolachões de vinil!!!). Eu disse que não queria e ele: "tem do Roberto Carlos". Segurei meu ímpeto de rir e ser irônica e só recusei, de novo. Cada coisa...
Photobucket Eu ia postar hoje o comentário sobre os últimos capítulos de A Favorita, mas o post total acabou ficando muito grande, então vou deixar programado para amanhã. Não percammmmmm.

Photobucket

Marcadores: , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 1:23 PM


|

sexta-feira, janeiro 16, 2009

Mais nervoso do que um gato de rabo grande numa sala cheia de cadeiras de balanço


Já faz um tempo que eu não posto isso aqui, mas estou com problemas para dormir. Grande novidade... Entretanto, dessa vez sei a quem culpar: o verão e grande parte da humanidade que contribui para o aquecimento global. Ficar sem dormir me deixa mal humorada...
Na vera, eu não tenho assunto para um post, mas como estou com vontade de postar esse será um post sobre nada e a epopéia da mudança de cartucho da minha multifuncional.
Tudo começou quando a impressora começou a apresentar os sinais de que a tinta preta estava acabando. Falei com Mamãe (afinal, não tenho dinheiro pra comprar uma bala , quiçá um cartucho de impressora e também não sou a unica que usa impressora). Mamãe foi lá e comprou o cartucho de tinta preta. Instalei, deu mensagem de erro, tirei e coloquei de novo. Fiz o alinhamento: uma droga. Tirei o cartucho, coloquei de novo, fiz alinhamento dos cartuchos e tudo bem. Lá vou eu imprimir a receita de pãozinho recheado com carne seca e sai um borrão. Tiro o cartucho, reinstalo, refaço o alinhamento dos cartuchos, tento imprimir outra coisa. Tudo funcionando que é uma beleza. Tento imprimir a receita de pãozinho recheado com carne seca e borrão. Faço tudo de novo, testo a impressora outra vez, imprimo varias páginas de coisas inuteis, imprimo outra receita. Tudo certo. Lá vou eu de novo tentar imprimir a receita de pãozinho recheado com carne seca e não sai nada. Bolinhas na descida!!!
Outra vez, faço tudo de novo... Reinstalo cartucho, faço alinhamento, testo impressora, imprimo mais coisa inutil. Tento imprimir a receita de pãozinho recheado com carne seca e, finalmente, dá certo. Ufa... Depois disso, gravei um CD do Trio Parada Dura para Mamãe e o DVD de Doujin Work pra mim. Vou imprimir as capas e sai borrado. Mil bolinhas na descida!!! Tudo de novo. Tento imprimir as capas e sai meia boca... Desisto, minha mãe diz que vai trocar o cartucho. Mais tarde, tentei imprimir alguma coisa, só por desencargo de consciencia e saiu perfeito. Imprimi imagens, textos... Tudo certinho. A noite, Stafora foi imprimir uns papeis e nada. Cinco mil bolinhas na descida! Ele limpou a impressora, imprimiu umas 20 folhas, eu reimprimi as capas do CD e do DVD, tudo bem. No dia seguinte, tentamos imprimir outra receita para Mamãe e nada. Trocamos o cartucho o cartucho sentimental por outro.
E quando todos pensavamos que seriamos felizes, o cartucho novo também deu erro... Dez mil bolinhas na descida!!! Então eu desisti mesmo, nem tentei fazer nda e hoje troquei o cartucho por um de outra marca que, graças aos seres benignos que rejem o universo, está funcionando. Três é um numero mágico.
Por causa troca do cartucho, acabei comprando um caderno da maldade novo.

Photobucket


Miau:

Mokona-sama: Poderiamos começar uma tradição de ganhar presentes no dia dos adultos, né?

ryuwolf-san: Lembro que você já esteve por aqui.

Stafora-ni: Sim, os jovens de hoje não sobreviveriam ao nosso tempo...

Sr. Spock: É... Tem esses também, mas se for o filme for cabeçudo demais não serve como lazer, né? E sobre o celular, era do padrasto dela (eu ouvi a historia toda porque estava do lado e não podia tampar os ouvidos sem chamar atenção)...

Brunna-san: Ok, seu blog foi adicionado.

Bala Salgada: Ok, legal.

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 6:49 PM


|

quarta-feira, janeiro 14, 2009

Fui a única a ficar chocada?


Photobucket Tigre Branco agora tem um amiguinho. Acho que já falei dele, é o Micróbio, o gatinho arisco que apareceu em casa antes do Natal. O Tigre Branco se tornou quase como um pai do bichinho. Talvez seja mesmo, ou talvez seja irmão. O fato é que é muito fofo ver o pequenininho andando atrás do meu gato grandão.
Photobucket Agora, eventos nada importantes em ordem temporal, começando por sábado, quando minha mãe lavou a minha boneca amiguinha (sim, aquela grande, das lendas urbanas). Por algum motivo, talvez por pura falta de emoção na minha vida, eu me empolguei com isto. Passei esmalte nas "unhas" da boneca, vesti nela uma blusinha de Death Note como se fosse vestido, coloquei um grampinho de strass e a coloquei para decorar meu quarto. Agora eu quero comprar sapatinhos para ela e, se pá, mais roupinhas. Quero deixá-la bem estilosa. Aí, rolou um Diálogo em família:
mamãe da Josei: Esta boneca é velha...
Josei: Não, não é tão velha assim.
mamãe da Josei: É sim, é muito velha. Muito, muito velha.
Mamãe é uma pessoa cruel. Não é uma boneca muito, muito velha. Eu ganhei quando tinha 6 anos de idade. Não faz taaaanto tempo assim...
Photobucket No domingo, rolou aquele tédio. Sabe-se lá porque, a falta do que fazer se potencializa no domingo. Fui zapear (ou como diz a mamãe "você acha que controle remoto é joystick?")e ouvi a música "She's a maniac". Não ligou o nome à pessoa, digo, à música? Recomendo que ouça aqui antes de prosseguir a leitura, porque é um dado muito importante. Pois, então, parei para ver o que era, porque esta música remete a dança, ou anos 80 ou até a esportes radicais. Eis o que vejo: um homem, em uma tradicional casa mineira, corta uma fatia de queijo, depois uma de goiabada cascão, faz um famoso Romeu e Julieta e come, enquanto toca "She's a maniac". Se isto não é uma escolha ruim de trilha sonora eu não sei o que é. Fiquei mais uns minutos vendo esta preciosidade da TV brasileira e, realmente, quem faz a sonorização não tem a menor noção... É um programa sobre pesca, de uma emissora que eu não sei qual é, mas que é retransmitido por uma emissora da nossa cidade, e passa no fim da tarde do domingo. Se quiser dar umas risadas de um programa que não é humorístico propositalmente, fica a dica.
Photobucket Por falar em domingo e em goiabada, meus pais compraram um panetone de goiabada. Fui estreiá-lo no domingo à noite. Cortei a fatia e não veio nem cheiro de goiabada. Olhei para o vão que a minha fatia deixou e vi as duas laterais cheias de goiabada. Todas as outras fatias tinham goiabada, só a minha que não. Fui contar o triste episódio para minha mãe e ela riu até ficar sem fôlego. Quando ela conseguiu respirar, ela me chamou de Charlie Brown...
Photobucket Na segunda, eu fui procurar uma caixinha para DVD, no centro da cidade. Eu desci correndo, porque já estava quase na hora do comércio fechar, e isto deve ter me dado uma cara de louca/pouco confiável/possível ladra, porque em todas as lojas que eu entrava, uma vendedora vinha correndo me atender. Exceto na loja que eu precisava ser atendida por uma vendedora, pois as caixinhas para DVD ficavam dentro do balcão. Era uma loja do tipo "pegue e leve ao caixa", menos os artigos mais caros e as caixinhas para DVD. Parei em frente ao balcão e fiquei esperando que alguém aparecesse lá para me atender. 3 vendedoras me viram lá e nem se mexeram. Resolvi chamar a atenção: entrei atrás do balcão. Aí, sim, uma vendedora brotou atrás de mim com cara de assustada. É, minha estratégia funcionou... Mas não tinha a caixinha que eu queria.

Photobucket

Marcadores: , , , , , ,

Postado por Josei e Kami Sal às 1:24 PM


|

segunda-feira, janeiro 12, 2009

Eu não quero ser como outros adultos


Photobucket Diz aí: alguém aí sabia que no Japão é comemorado o Dia do Adulto na segunda segunda-feira (momento gagueira) de janeiro? Aposto que não, né? O Mundo Bizarro também é cultura e é louco por comemorações.
Photobucket Achamos mais do que justo comemorar esta data. Os adultos são a faixa etária mais discriminada, já que todos pensam primeiro nos idosos e nas crianças. Nós ficamos tão tristes quando vemos que as atividades culturais gratuitas são só para crianças e idosos... Poxa, nós também queremos fazer artesanato, desenhar, pular na cama elástica e na piscina de bolinhas... Fora que hoje é nosso dia e ninguém vai nos dar um presentinho, como acontece com as crianças no seu dia.
Photobucket Por outro lado, ser adulto tem algumas vantagens. Adultos podem fazer infantilidades, porque não precisam mais provar q não são crianças, como os adolescentes fazem. Podem deixar de fazer coisas reclamando de dor nas costas, e fazer todas aquelas piadas infames de "umidade avançada", "vaidade=vai idade", RG que passou da validade... Não tem hora marcada para voltar para casa e nem precisam dar satisfação para onde vão (teoricamente, se você mora com os pais, se bem que adultos podem deixar de morar com os pais). Adultos também podem contar qualquer estória começando com "no meu tempo" que todos acreditam. E ainda podem chamar os mais novos de pirralhos, mas isto não é lá muito adulto... Enquanto crianças fazem pirraça, adultos tem "opinião forte", e não levam bronca nem ficam de castigo por isto. E só os adultos tem a vantagem de assistir qualquer filme, desde censura livre até o censura 18 anos.
Photobucket Aliás, este negócio de "para adultos" é uma coisa intrigante. Por que será que quando dizem que algo é para adulto ou tem conteúdo adulto sempre acham que é pornografia? É, gente, pode ser violência, também. Litros de sangue podem estar jorrando... E vocês já tentaram fazer uma busca no Google Imagens com a palavra "adulto"? Pois eu não tentaria na frente de outras pessoas, é constrangedor.
Photobucket Ser adultos tem lá suas desvantagens, como as obrigações e ter que ouvir do guarda do parquinho "ei, você já está muito grandinho(a) para brincar no gira-gira". Mas por outro lado, tem coisas que só a idade adulta faz por você. Desde que você seja um adulto legal como estas blogueiras e não adulto chato e carrancudo.

Photobucket

Marcadores:

Postado por Josei e Kami Sal às 12:51 PM


|

[ As Bizarras ]



Photobucket























PhotobucketPhotobucket

[ Estamos... ]

The current mood of mundobizarro at www.imood.com

[ Já passou... ]

Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Agosto 2012
Setembro 2012
Outubro 2012
Novembro 2012
Dezembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Maio 2013
Junho 2013
Julho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Janeiro 2014
Fevereiro 2014
Março 2014
Abril 2014
Maio 2014
Junho 2014
Julho 2014
Agosto 2014
Setembro 2014
Outubro 2014
Novembro 2014
Janeiro 2015
Fevereiro 2015
Abril 2015
Junho 2015
Setembro 2015
Outubro 2015
Dezembro 2015
Janeiro 2016
Agosto 2016

[ Em uma linha ]

Photobucket Photobucket

[ Musica ]

Photobucket
Blip Josei

Photobucket
Blip Kami Sal

[ Blogs favoritos ]

Muito Macho
Baiacus Cantores de Piraporinha
Encontre o peixe
Sentimentos Verdadeiros
Um Mundo Sem Noção
ISAC
Leis de Murphy
Ninguém lê esta porcaria
BHQ+
Orijinaru
Sorvete Napolitano
**Luty Kitty** Nyu!!
Tipo assim...
Miss Mymi
Frivolidades e Inutilidades
Coma Com Os Olhos
Gatos na Cozinha
Ponto de Fuga
Não bata no gatinho
Satisfeita Yolanda
Sócia da Light
Menina não pode
Receita Perfeita
Pitadinha
Gavilan

[ Flogs favoritos ]

Mundo Bizarro - o flog.
Picolé Napolitano
Flog da Luty
Toscosplay
Deviant Art
Mafia
Baby Mel
Pet Club

[ Sites ]

Mundo Bizarro no Orkut
SOS Anime
Sonando com KareKano
Shampoo.art.br
Henshin
Tomobiki-cho, The Urusei Yatsura Web Site
Friends the Stuff you've never seen
Central de Mangás
Um sábado qualquer
Lady's Comics
Manga Dream
Tsumi
Redisu
Anime Kawaii
Hinata Sou
Anime House
Anime Extremist
Shoujo House
Kawaii Screen
Neopets
AMV.org
Gendou
O Jovem Nerd
Nigthtsy
Anime Lyrics
LiveJournal Furuba
FanFiction.Net
FF-SOL
Click Jogos
Anime Blade
Anime Pró

Snoopy
Madame Malkins

Eu sou blogólatra!








[ Marcadores ]

"real e o sobrenatural"
acidente tosco
animais
anime
aniversário
apartamento
artesanato
banco
barata
biscuit
bizarrice
bizarrice IVCH
blogueira desaparecida
bonita história triste
campus reserva ecologica
Caramelo
Carnaval
carro
celular
Charlie Brown
churrasco
chuva
chácara
cinema
coisas que não entendo
comemoração
computador
culinária
desabafo
dialogo em família
dialogo
diálogo em família
divagações
doente
emo
especial de aniversário
estágio
faculdade
família
feriado
festa
flog
formatura
frase da semana
férias
gata
Gata-Vaquinha
gatos
gente chata
greve
hidroginástica
horário de verão
inseto
insonia
IVCH
jornalismo Mundo Bizarro
kit
Lady Murphy
lagartixa
leseira
livros
lost
Mamãe-Gata
mangás
máquinas
mimimi
música
nada
Natal
nerdice
neura
ônibus
Otaku Fest
outono
paranóia
pesadelo
pessoas estranhas
ponto de ônibus
presente
Quem procura acha aqui - ou não
reflexões inúteis
sonho
shopping
Sorveteria
SOS Anime
susto
televisão
template
teste
trabalho
trauma de infância
tristeza
vaidade
vergonha alheia
viagem

[ Campanhas ]

Adotar é tudo de bom

[ Midi ]

Você está ouvindo

I'll be there for you

[ ... ]



eXTReMe Tracker

Template by Kami Sal
Todos os direitos
reservados

Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Free Avatars
Photobucket
Blinkie Maker
Make your own Blinkie

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket